A missão de Cristo. Nossa missão

Tema Geral:  Edificação/Encorajamento.

Título:            A missão de Cristo. Nossa missão.

Texto:

Ele foi a Nazaré, onde havia sido criado, e no dia de sábado entrou na sinagoga, como era seu costume. E levantou-se para ler.

Foi-lhe entregue o livro do profeta Isaías. Abriu-o e encontrou o lugar onde está escrito:
“O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me ungiu para pregar boas novas aos pobres. Ele me enviou para proclamar liberdade aos presos e recuperação da vista aos cegos, para libertar os oprimidos e proclamar o ano da graça do Senhor”.

Então ele fechou o livro, devolveu-o ao assistente e assentou-se. Na sinagoga todos tinham os olhos fitos nele; e ele começou a dizer-lhes: “Hoje se cumpriu a Escritura que vocês acabaram de ouvir”.
Lucas 4:16-21

 

Propósito:

Evidenciar os múltiplos propósitos da vinda do messias como benção da humanidade, bem como o chamado da igreja para realizar sua missão.

 

Introdução:

O episódio lido ocorre após a tentação de Jesus no deserto. Ele retorna para Nazaré, onde fora criado e participa de uma celebração na sinagoga, como costumava fazer.  Mas aquele dia seria diferente de todos os demais, pois Jesus ali, revelaria quem ele era diante dos frequentadores daquele lugar.

Ele lê Isaias 61 e chama para si o cumprimento da profecia. Ele era o messias prometido por Deus e como tal traria libertação a todos que a ele se chegassem.

Vejamos o que o messias promete àqueles que a ele se chegam. Vejamos também como a igreja deve realizar sua obra a fim de que possa expressar o poder de Jesus na vida das pessoas.

 

Desenvolvimento:

Como o Messias realiza sua obra? Qual o seu propósito?

  1. Sendo cheio do Espírito. Sendo ungido por ele.
    1. A verdadeira obra de Deus só se faz no poder do Espírito Santo.
    2. É a unção do Espírito que faz a diferença.
    3. Jesus, em seu ministério terreno, dependia do Espírito.

 

  1. Pregar boas novas aos pobres.
    1. A primeira missão é proclamar as boas novas do evangelho: Deus é graça em ação e está disposto a salvar a todos por meio do sacrifício de Jesus. Basta crer.
    2. Os pobres aqui, são todos os carentes da graça de Deus.
    3. A igreja deve anunciar essa maravilhosa mensagem.
    4. LEIA JOÃO 3:16 COM TODOS OS PRESENTES.
    5. LEIA MARCOS 16:15 COM TODOS OS PRESENTES.

 

  1. Proclamar liberdade aos presos.
    1. A ideia aqui é a da leitura de uma sentença. Jesus nos manda dizer a todos os que creem em seu nome que estão libertos.
    2. Libertos do poder da carne e do pecado.
    3. Libertos da escravidão do mundo.
    4. Libertos do poder do inimigo de nossas almas.

 

  1. Recuperação da vista aos cegos.
    1. A bíblia nos ensina que o pecado nos cega.
    2. Sem Cristo somos cegos espirituais incapazes de enxergar a vida mais excelente que Cristo nos quer dar.
    3. O messias vem e abre nossos olhos para enxergarmos nossa verdadeira condição de pecado e de condenação. Passamos a ver que, sem ele, nossa eternidade será no lugar de punição dos pecadores e vemos também nele, a única forma de salvação.
    4. O texto também pode ser aplicado literalmente em relação à cura divina, pois Cristo a muitos cegos fez enxergar enquanto estava andando sobre esta terra.

 

  1. Para libertar os oprimidos.
    1. Jesus não apenas ensinava sobre o poder libertador do messias. Ele exercia esse poder.
    2. Diante dele eram derrotadas as enfermidades, os problemas, os demônios, a religiosidade e todo tipo de mal que assolava o homem.
    3. Tudo isso ele exercia na dependência do Espírito. O mesmo que hoje habita em cada crente.
    4. Somos chamados a crer e a viver essa verdade, pois os sinais seguem aos que creem.

 

  1. Proclamar o ano da graça do Senhor.
    1. Depois de ler o texto Jesus ensina que aqueles sinais passariam a se cumprir a partir daquele momento.
    2. Pouco depois daquele acontecimento Cristo expulsa um demônio de um homem e segue como seu ministério de pregação, proclamação e libertação.
    3. A igreja também é chamada para fazer a obra de Deus no dia chamado HOJE.
    4. Todos nós somos chamados a exercer a missão dada por Jesus, pois o espírito não está apenas nos líderes, mas em todo aquele que crê.
    5. Apesar de todos os problemas e lutas que passamos, estamos vivendo aqui na terra o melhor período de todos, pois vivemos o período onde a graça de Deus está atuando no mundo. O período onde ele se revela como salvador da humanidade e não como juiz.

 

 

Conclusão:

Hoje se cumpre a profecia. Crentes plenamente conscientes de sua missão, cheios do Espírito e da autoridade que lhes foi outorgada, podem pregar, proclamar e libertar em nome de Jesus.

 

Perguntas abertas:

  1. Você acredita que pode curar uma pessoa?
  2. Como você percebe a unção do espírito em sua vida?
  3. Você já testemunhou pessoalmente do que Cristo realizou em sua vida?

Escrito por

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Deixe seu comentário